sábado, 20 de outubro de 2007

sem título

Eu cheguei em um ponto da minha vida em que eu já deveria ter tudo planejado, tudo bem definido, eu já deveria ter encontrado minha alma gêmea, deveria ter um objetivo na vida, no entanto, estou tão perdida quanto há 6 anos atrás, numa busca exaustiva para saber quem eu sou realmente.
Eu deveria ter um plano, uma meta. Mas eu não tenho nada! Não construí nada porque perdi tempo demais me lamentando por aí e sentindo pena de mim mesma, fazendo com que os outros sentissem pena de mim, mesmo que de uma forma inconsciente, prometendo secretamente que iria mudar, que iria tentar ser alguém melhor.
Eu perdi tempo demais com frustrações mínimas, insignificantes perante à vida! Eu perdi chances demais, amigos demais, momentos alegres demais. A quantidade de coisas que eu deixei passar por ser uma egoísta poderia ser arredondada pra uma vida. Uma vida de desperdícios e mais desperdícios.
A situação só não é trágica porque ainda tenho esse meu senso de humor ácido e deprimente que me motiva sair em um final de semana e encher a cara.

Um comentário:

Movimento Pró-Gentileza disse...

Eu sei lá pq decidi fazer um comentário no seu blog.. hauhahahaa
Menina, o negócio é o seguinte: provavelmente vc criou uma personagem pro seu blog, mas caso eu esteja enganada: vc está se lamentando por ter se lamentado tempo demais na sua vida.. (???)
Cara, muda o disco, ou melhor, o CD, vai viver, vai alimentar seu lado espiritual, se liberta dessa mulher pessimista! Sacode a poeira, anime-se!!!