quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

desassossego

Daqui da minha janelinha eu vejo a rua lá fora, para além do nada que tudo isso representa. Passam casais, futuros casais, gente normal surge de vez em quando, o movimento de automóveis é alto à essa hora, e enquanto todos passam, eu continuo aqui sozinha, sozinha como tenho sido, sozinha como sempre serei.
No meu quarto absurdo e anônimo, escrevo palavras como salvação da alma e tenho em minha mão um cigarro já pela metade e na mesa do computador, um reles copo de Coca-Cola choca, um cinzeiro transbordando e um sabor agridoce por toda a boca, também como redenção.
Tenho vivido uma vida que não se vive, ouvindo o ruído vulgar do diverso pelas vidraças de casa. E pelas mesmas vidraças eu observo o mundo girar a sua engrenagem louca e complexa demais para que eu possa compreender ou sequer participar, esperando apenas pela diligência do abismo. Vendo doer na alma a doença dessa ausência de vida e espalhando por todos os cantos as minhas dores estúpidas, daqueles que vivem desassossegados, na mais profunda irrequietação do espírito.
Eu não pedi muito à vida, pedi alguma comida, um lugar só meu, um pouco de amor e paz, não exigir dos outros e não ser exigida por eles. Mas até o pouco que pedi me foi negado. Negar a esmola não por apenas negar, por não querer, mas como que, simplesmente, por preguiça de abrir a bolsa.
E já tarde, como é agora, vem a glória noturna de ser tão grande sem nada ser, o sublime repuxo que me leva à monotonia que pouco me diz sobre tudo isso.
Talvez minha voz, aparentemente tão pouca coisa, seja a encarnação de outras milhares de vozes, de outras milhares de vidas submissas como a minha com destino ao sonho inútil, à esperança sem vestígios.
Vejo-me aqui, no quarto andar da Moraes e Castro, assisto-me com sono e cansaço. A vida vã e sem beleza interpelando pela própria vida...

2 comentários:

keike disse...

Ei gostei do teu blog, li seu post "desassossego" e nossa tu escreve mto bem!
Só ñ entendi uma coisa, tu escreve ficção?
Comecei meu blog hj, tadinho está um horror, pobre, pobre, mas com o tempo vou dando a ele uma carinha agradavel!
Uma boa noit e parabens pelo Mundinho Insosso!

keike disse...

Rsss, é que várias pessoas escrevem ficção em seus blogs, mas tudo bem...
Vlw pelo toke e guria animo!
Bom find!