sexta-feira, 12 de setembro de 2008

américa latrina

Tinha decidido não escrever novamente uma só linha no blog sobre política, mas a leitura sobre as últimas empreitadas de Hugo Chávez me obrigou, com espírito de revolta, a abrir uma exceção. Se querem saber como se pode reconstruir a realidade a partir do mais profundo mergulho na irrealidade, vão lá no MSN.com.br. É um case study dos bons. Dos bons? Dos melhores.
Gostaria de dizer tudo, menos que o funcionamento do Mercosul seja esquisito. Mas que a coisa, comparada com outros projetos de integração econômica-política-social, no que diz respeito à relação da Bolívia e da Venezuela com o restante da América Latina, falhou redondamente, isso falhou. Deve ter sido só azar, ou critérios, ou outra coisa assim. Mas é estranho, "estranho" no sentido da divergência entre a expectativa e a realidade.
Primeiramente, duas coisas que, de uma forma ou de outra, devem ficar associadas à substancial existência de Chávez é o seu formidável esquerdismo e a idéia de que a América Latina é quintal dos EUA, que só convence os tontos que nunca se tocaram que aqui é o quintal do mundo. E depois, essa conversa sobre "eu já não sou o Chávez de 2002" falha em tudo na realidade. O problema de Chávez não é o de ter pertencido a tempos piores e sim o de errar copiosamente em seus apelos políticos.
Suponho que depois dessas declarações medonhas, os venezuelanos que o reelegeram são ainda mais estúpidos do que os estadunidenses e brasileiros que cometeram a mesma cagada. Meus caros, mal a Venezuela respirou e El Cabrón já está colocando mais uma vez o seu país na rota de colisão.
E como se já não bastassem os delírios doentios do Hugo Chávez, houve uma explosão intencional no gasoduto boliviano que abastece o mercado brasileiro. E que, obviamente, o governo delegou às responsabilidades aos prefeitos.
Nosso hermano Néstor Kirchner estava fora de si quando afirmou que adesões da Bolívia e da Venezuela fortaleceriam o Mercosul. E quem caiu no conto do vigário, estava no mínimo dopado. No mínimo...

Um comentário:

Wury disse...

Que bonito, que menina engajada...

Hehe...