domingo, 14 de setembro de 2008

primeira pessoa

Demostrando mais uma vez provas inequívocas de egocentrismo, hoje optei por me descrever, fazer um retrato dessa "mamífera" que me olha todos os dias do outro lado do espelho. Dizer decidida e convictamente quem sou.
Antes de mais nada, sou uma recém-saída da adolescência borbulhenta, em que, contudo, as maiores borbulhas não estão sob a forma de acne juvenil mas sim camufladas dentro de uma alma mutiladamente inconstante.
Tenho definitivamente uma mente aberta, que é praticamente a favor de tudo o que seja no mínimo esquisito e sou, ainda, frontalmente contra padrões e modos comportamentais típicos. Sou anti-comunismo e fundamentalmente anti-socialistas, colocando-me, de uma forma generalizada, num quadrante político da direita conservadora.
Vascaína convicta e ferrenha, daquelas que quando o Vasco perde faz um berreiro, bate portas, insulta crianças (eu sou solteira e boa moça, mas fica a idéia), xinga o Dinamite e os "chulos" e gatunos (atenção que aqui já não uso as aspas) que habitam lá para as bandas do Rio de Janeiro.
Além disso, religiosamente sou uma pessoa um pouco indefinida, sendo, por convicção, contra seitas e organizações fundamentalistas, que querem vender a salvação do mundo em imagens de santos ou cintos de explosivos. Sou também, e apesar da minha educação católica (ai se a minha avó lê isto!), uma pessoa que, se a Instituição Católica não rever seus conceitos, caminha a passos largos para um forte ceticismo face à igreja e aos seus padres, bispos, hóstias e Bentos XVI.
Sou também estudante do mítico CES, uma aspirante a conceituada engenheira de telecomunicações, com destino à uma vida boa, saudável, com muitos Audis, vivendas em distritos próximos e fugas de impostos.
Por fim mas não por último, sou uma pessoa decididamente heterosexual, apesar da minha vida amorosa ser uma daquelas coisas que, possivelmente, não são das mais bem sucedidas... mas enfim, a vida é mesmo assim, uma merdinha, para mim e para toda a gente!

Um comentário:

Wury disse...

Pensamento sábio retirado de comunidade do Orkut:

"A vida é um travesti;
Não é o que você pensa que é,
não serve para o que você quer
e provavelmente vai te foder."